you're reading...
Brasil, Esportes, Mundo

Picareta made in USA

Picaretagem internacional nas olimpíadas do Rio. O nadador americano Ryan Lochte tentou aplicar um “migué” nas autoridades brasileiras e se deu mal. Ele e mais alguns companheiros afirmaram terem sido assaltados por bandidos que fizeram-se passar por policiais. A história cheia de buracos começou a cair quando os companheiros deram diferentes versões à polícia. O malandrinho tratou de cair fora do país e nadadores da própria equipe americana já admitem que a história teria sido inventada. O rapaz teria caído em uma noitada a base de muito álcool, arrumado briga em um posto de gasolina e com medo de ser punido pela federação americana armou uma historinha pra boi dormir. Embora já esteja longe do Brasil se a história do rapaz for mesmo armação os próprios americanos se encarregarão de encurtar sua carreira.


Perdoem-me a ignorância, mas além de não curtir muito a tal das olimpíadas ainda tenho sérias dúvidas a respeito do espírito olímpico, por motivos já citados aqui no blog. Mas duas medalhas, conquistadas por brasileiros, chamaram-me a atenção. A primeira, de ouro, conseguida pela judoca Rafaela Silva. Uma mulher, pobre e negra que foi criada em uma comunidade carente (a Cidade de Deus, no Rio de janeiro), que tinha tudo para que sua vida desse errado, que poderia ter sido mulher de algum traficante (se já não estivesse morta) ou algo do tipo. Mas não, a gloriosa Rafaela optou pelo esporte e chegou ao lugar mais alto do mundo. O outro caso é parecido, o baiano Isaquias conquistou a medalha de prata na canoagem (a primeira medalha brasileira neste esporte) e poucos dias depois faturou uma de bronze. Também de origem pobre onde começou a ter contato com barcos em sua cidade natal Ubaitaba, na Bahia. Fico me questionando quantos talentos perdemos nos esportes todos os anos? Quantos Isaquias e Rafaelas de remotos lugares deste grande Brasil, não poderiam estar arrebentando em competições internacionais e levando uma vida melhor? Duas figuras que vieram do nada e hoje estão no topo do mundo, porque o governo não enxerga isto? Porque não investir na educação e nos esportes, assim como são as universidades americanas, para tirar essa turma da miséria? Não tenho qualquer dúvida que brigaríamos na parte de cima da tabela para ficarmos entre os 5 primeiros países. É uma pena que nossos políticos não tenham interesse.


Sábado tem Brasil x Alemanha e tem um monte de gente nas redes sociais pedindo vingança (só rindo mesmo). Em tempo, não vi o time alemão jogando e pelo que vi do Brasil é bom não haver tanta empolgação. Ganhar de Honduras é obrigação, se colocarmos um time do campeonato brasileiro para jogar com os hondurenhos, qualquer um fará jogo duro. Esse torneio ta me cheirando à copa do mundo. Passamos com dificuldade na primeira fase e um dos jogos acabou com um placar mais elástico (Camarões na copa e Dinamarca nas olimpíadas). Depois pegamos um time que não jogava futebol, mas sim praticava MMA e depois chutamos o cachorro morto. A primeira grande seleção que enfrentaremos será justamente na final.


Dando uma rápida passagem pelo site da UOL, para ver as notícias, leio que um atleta de uma república longínqua, destas do “Fiquemondeestão”, acaba de perder sua medalha por doping. É por isso que não acredito no espírito olímpico.


Escrevo o blog na quinta-feira, faltando pouco mais de dois dias para o término da Rio-2016. Embora não curta, espero que termine do jeito que começou: em paz e sem nenhum maluco querendo explodir-se no meio de pessoas inocentes.


No próximo fim de semana começa a nova temporada co cálcio na Itália. Depois de uma longa novela que ocasionou a perda de Pogba, a atual campeã Juventus foi a equipe que melhor contratou jogadores até o momento. Dos seus rivais tradicionais, a Roma perdeu Pjanic e o Napoli o artilheiro Higuain, em ambos os casos para a equipe de Turin. As duas equipes de Milão parecem não terem se reforçado a altura, embora a Internazionale tenha conseguido trazer Candreva, e até posso estar enganado, mas novamente deverão ser apenas coadjuvantes em posições intermediárias da tabela. Se tivesse que apostar, sem dúvida apontaria a Vecchia Signora como candidata a uma nova conquista, a sexta consecutiva o que seria um feito inédito na velha bota. O mercado de contratações segue até o dia 31 de agosto e a Juve promete mais novidades. A equipe tenta repatriar Cuadrado, que estava na Juve por empréstimo e ainda tenta mais duas opções para o meio campo e o ataque. De cara os pentacampeões enfrentarão a Fiorentina, vamos ver no que vai dar.


TROFÉU VAI TOMAR UM UUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU
Para o saltador francês. Comparar as vaias sofridas com a Alemanha de Hitler é no mínimo burrice. No mais, o rapaz deveria olhar para o próprio umbigo antes de falar em nazismo. O seu país e o seu povo foi um dos que mais colaborou com as atrocidades de Hitler.

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Idiomas

Últimos Artigos

%d blogueiros gostam disto: