you're reading...
Brasil, Esportes, Política

A nau desgovernada


O empate no último domingo no maracanã, entre o Vasco e o Joinville parecia ter sido um golpe fatal na equipe cruzmaltina. O time de São Januário precisava a todo custo uma vitória, contra até então o plantel mais fraco do campeonato brasileiro. A torcida compareceu no horário da manhã, em pleno dia dos pais, mas o Vasco não ajudou. O resultado ainda poderia ter sido pior se a última bola do jogo não tivesse sido desperdiçada por Kempes, nome de artilheiro, em um contra ataque do tricolor de Santa Catarina. Mas quando ninguém poderia acreditar que a coisa poderia piorar vem então um novo golpe. A derrota para o Santos na Vila e a surpreendente vitória do Coritiba frente ao Palmeiras, deixou a equipe de São Januário na lanterna da competição. A rodada será fechada nesta quinta-feira e o Vasco passa a torcer para que o Joinville não consiga um milagre dentro de seu território e derrote o Cruzeiro do ‘profexó’. Caso isso ocorra o tradicional clube carioca ocupará a lanterna de maneira isolada e com uma das piores pontuações na história dos pontos corridos. A torcida agora espera um milagre, pois para o segundo turno o Vasco terá que fazer uma campanha brilhante para tentar fugir do fantasma de um novo rebaixamento. Faltando uma rodada para o fim do primeiro turno o buraco ainda pode abrir-se mais. No próximo final de semana os vascaínos enfrentarão o Coritiba no Rio, em uma briga direta. Existe o perigo de a tradicional equipe carioca fechar o turno na última colocação.


Sinto pela instituição e por parte da torcida. É inadmissível que cinco mil sócios decidam o futuro de um clube e que alguns covardes optem pela volta do ex-deputado. O Vasco não merece essa gente e está descendo a ladeira sem freios. Nos últimos anos a equipe tem colecionado fracassos dentro e fora dos gramados. A péssima administração de Roberto Dinamite propiciou a volta dos mortos vivos. O atual dirigente já afirmou categoricamente que o Vasco não irá cair, resta saber se o mesmo possui alguma carta escondida na manga, pois pelo andar da carruagem dificilmente a equipe da colina se manterá na primeira divisão no ano que vem. No entanto o charuto insiste em tripudiar o rival, afinal para quem vive a declarar que jogo contra o Flamengo é um campeonato a parte, até que o clube esta bem. Ser rebaixado não tem problema o negócio é ganhar do Mengo. Eu espero que esse velho discurso não cole mais sobre a verdadeira torcida vascaína. A sorte da instituição é a grandeza de sua torcida, pois não tenham dúvidas que se o número de torcedores do Vasco fosse muito menor, o time de São januário estaria condenado ao caminho que outros já tomaram como a Portuguesa e o Guarani e o América do Rio.


O Vasco tem a defesa mais vazada do campeonato, o ataque com menos gols marcados, é o clube que menos venceu e o que mais perdeu. Para completar o presidente puniu um sócio com uma suspensão de seis meses. Tudo porque Carlos Alberto de Almeida Ferreira, sócio do clube desde 1983, fez uma manifestação contra o todo poderoso. Em reunião na tarde desta quinta-feira, o presidente decidiu manter o técnico Celso Roth no cargo, ao menos até a próxima rodada, quando o Vasco fecha sua participação no primeiro turno enfrentando o Coritiba que também luta contra o rebaixamento. Eu fico imaginando o último jogo da rodada do dia 06 de dezembro, quando ambas as equipes voltarão a se enfrentar no Couto Pereira. Recordo-me do jogo entre Flu e Coxa quando ambas as equipes lutavam contra o rebaixamento e o tricolor acabou vencendo o jogo mandando o time de Curitiba para a segunda divisão. Ao apito do árbitro a violência tomou conta do estádio.


E essa história do Jorge Sampaoli no Mengo em 2016? Me parece mais uma tentativa política de desestabilizar a Gávea. Em ano de eleição as velhas raposas que mandavam e desmandavam no clube devem estar desesperadas com a brilhante administração que o presidente Bandeira vem fazendo. E para completar seus temores, caso Wallin Vasconcelos seja também candidato é bem capaz daquela antiga turma nunca mais tomar o poder no Flamengo. Alguém acha que o Mengo vai pagar uma multa contratual do atual campeão da América, desejado por clubes da Europa e em alta no mercado internacional? Isso só pode ser armação.


Quando vamos aprender alguma lição? Depois da inacreditável demissão de Marcelo de Oliveira do Cruzeiro, na qual a diretoria desmontou o time bicampeão e o técnico foi culpado, mas duas demissões surpreenderam o futebol tupiniquim. A primeira foi a do técnico do Botafogo, René Simões. Embora sem grande elenco e em dificuldades financeiras o glorioso vinha fazendo uma campanha regular na segundona e mantendo a ponta da tabela. Então o clube vai a Florianópolis empata com o Figueirense pela copa do Brasil e no jogo da volta toma um gol aos 47 minutos do segundo tempo. Resultado obrou para o técnico. A última surpresa veio do sul.com o uruguaio Diego Aguirre. O Inter vinha de altos e baixos. Começou o estadual mal e durante a competição foi evoluindo até conquistar o título gaúcho. Na copa Libertadores não foi diferente, o time começou desacreditado e foi melhorando na competição a ponto de eliminar o galo, atualmente o melhor time do Brasil. O Inter foi eliminado pelos mexicanos do Tigres na semifinal e a brilhante diretoria colorada decidiu livrar-se do seu comandante. O resultado foi um sonoro 5×0 frente ao arquirrival no último domingo. Quem deveria cair continua a enfrentar clubes de menor expressão com 300 volantes no meio campo. Vai entender o futebol. Gol da Alemanha…


A Juventus com plante novo conquistou seu primeiro campeonato na temporada, ao bater a Lazio na cidade de Xangai, na China, por 2 a 0. O campeonato italiano começa no fim do mês e praticamente só teremos duas equipes: a velha senhora e o resto tentando evitar que o clube de Turin alcance seu quinto título consecutivo. Não é possível ter uma boa noção do que acontecerá, pois é preciso observar as contratações feitas pelas outras equipes que teoricamente podem desbancar a Juve. No caminho do penta deverão estar o Milan, a Inter, a Lazio, o Napoli e a rival dos últimos anos a Roma. Não acredito que o título saia desse seleto grupo. É esperarmos e vermos o que vai acontecer.


TROFÉU VAI TOMAR UM UUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU
Para o vereador Jota Silva (PSB) da cidade de Campinas (SP), que propôs a criação do “dia do gol da Alemanha”. O objetivo é fazer com que os brasileiros lembrem-se da maior tragédia do futebol nacional. Esse tipo de figura deveria ser banido da política para o resto da vida.

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Idiomas

Últimos Artigos

%d blogueiros gostam disto: