you're reading...
Brasil, Esportes, Música, Mundo, Política

A Grécia pede socorro



A situação econômica grega não é a das melhores, a crise é considerada a pior de todas dos últimos sessenta anos. Como se isso não bastasse, um partido que se autodenomina Aurora Dourada vem tendo ideias semelhantes às disseminadas por certo imbecil, que utilizava um bigodinho ridículo e levou o mundo ao maior conflito já visto na história. De janeiro até setembro deste ano, já foram registrados 87 ataques a imigrantes em território grego. A ONU chegou a afirmar que esses números podem não ser reais, afinal muita gente fica com medo de registrar queixa contra os agressores. Os locais dos ataques vão desde praças até transportes públicos. Os ataques são realizados por grupos de homens encapuzados e trajando vestimentas pretas. A Aurora Dourada é um partido ultranacionalista que conseguiu cadeiras no parlamento grego, fato que não ocorria desde o ano de 1974. Já foram registradas até assassinatos. Em agosto um jovem iraquiano de 19 anos foi atacado e morto com socos e golpes de navalha. Em julho o partido fez uma campanha nacional, conclamando a população a só realizar doações de sangue para seus compatriotas. Apesar de tudo, o partido nega ter uma conduta neonazista. A história é bem parecida com outra que conhecemos. Um país que esta em crise, com altos índices de desemprego e pessoas vivendo na miséria, procura-se um bode expiatório e então a culpa recai sobre um determinado grupo de pessoas, que poderiam ser negros, judeus, ciganos (hoje em dia poderiam ser os muçulmanos e africanos). O resto vocês já sabem. Reparem no detalhe da bandeira do partido, qualquer semelhança não é mera coincidência.


O ex-agente do serviço de inteligência uruguaio, Mario Neira Barreto, concedeu uma entrevista para a Empresa Brasileira de Comunicação (EBC), na qual forneceu detalhes da operação que resultou na morte do ex-presidente João Goulart, então exilado. Mário já havia declarado sua versão ao jornal Folha de São Paulo, no ano de 2008, revelando que o pedido foi requisitado pelo delegado do DOPS, Sérgio Paranhos Fleury e aprovado pelo então presidente Ernesto Geisel. Segundo Neira, os remédios que eram consumidos regularmente por Jango, devido a problemas no coração, foram alterados com um composto, o que supostamente teriam causado a parada cardíaca de Goulart.


Faleceu aos 95 anos de idade na última quarta-feira, na cidade de Varsóvia, Wilhelm Brasse. Conhecido como o fotógrafo de Aushwitz, Brasse foi capturado em 1940 pelos nazistas quando tentava fugir da Polônia ocupada. Enviado então para o principal campo de concentração alemão, logo foi reconhecido pelas autoridades que o nomearam fotografo do campo. Brasse tirou cerca de 50 mil fotos durante o período em que ficou detido e através dele o mundo conheceria anos mais tarde um registro histórico dos horrores perpetuados naquele inferno. Ao fim da segunda guerra, após ser libertado, Brasse tentou voltar a fotografar, mas não teve condições emocionais para retomar sua profissão. O polonês de origem austríaca se engajou na colaboração de um museu do holocausto e na divulgação e educação dos jovens, sobretudo dos alemães sobre o que testemunhou. Suas fotografias fazem parte do acervo do museu de Aushwitz.


Um procurador-geral do superior tribunal de justiça desportiva realizou uma denuncia no tribunal, contra o clube Atlético Mineiro. O motivo foi o comportamento da massa atleticana em partida disputada contra o Fluminense, no último domingo. A torcida do galo fez um protesto, diga-se de passagem, muito bem humorado contra o excesso de favorecimento das arbitragens a favor do time carioca. Um mosaico foi estendido nas arquibancadas do estádio Independência nas cores grená, verde e branco onde se lia CBF. Também foram distribuídos narizes de palhaço entre os torcedores, para mostrar a indignação contra erros de arbitragem. O rapaz deve estar querendo aparecer de alguma maneira, fato da qual ele obteve sucesso. Talvez o mesmo não goste do futebol e prefira campeonatos de par ou ímpar. Não será de se estranhar se daqui alguns anos alguma figura queira proibir os torcedores de gritarem GOL no estádio, sobre pretexto de ser uma provocação aos rivais.


A rodada do campeonato brasileiro, adiantada devido as eleições do segundo turno, foi benéfica justamente para quem não jogou. O Flamengo, que enfrentará o Atlético Mineiro na próxima quinta-feira, foi agraciado com os resultados da turma da parte de baixo da tabela. O Sport levou uma surra do São Paulo em Recife e o Palmeiras perdeu em Porto Alegre para o Colorado. A vitória do Botafogo contra o Atlético de Goiânia e o empate sem gols entre a Lusa e o Figueirense, também foram jogos importantes. Esses resultados praticamente selaram o destino das equipes de Goiás e de Santa Catarina para a segunda divisão, deixando então apenas mais duas vagas para a zona da morte. Se levarmos em consideração que dificilmente o Mengo obterá a vitória contra o Galo, no estádio independência, podemos concluir que o clube da Gávea foi o grande vencedor desta rodada. Na parte de cima o Flu deu mais um passo decisivo para a quarta conquista nacional ao bater o Coxa no Rio de Janeiro e o São Paulo se firma cada vez mais como o último classificado para a libertadores, já que o Vasco após mais uma derrota despencou na tabela.


As eleições disputadas neste último domingo trouxeram alguns números interessantes. Na capital paulista, com maior número de habitantes, a diferença numérica foi a maior registrada no país. O candidato do PT Fernando Haddad obteve uma vantagem de pouco mais de 678 mil votos sobre o segundo colocado, José Serra do PSDB. Em compensação a menor diferença numérica, ocorreu na cidade de Macapá, onde o vencedor Clécio Luís do PSOL derrotou Roberto Góes do PDT por uma diferença de 2369 votos. Na cidade de João Pessoa, a capital paraibana, foi registrada a maior diferença em termos percentuais. O petista Luciano Cartaxo obteve 68,13% dos votos válidos derrotando o senador tucano Cícero Lucena, que permaneceu na casa dos 31,87%. Desde as eleições de 2000, o PMDB é o partido que tem mais perdido prefeituras no Brasil e esta em queda livre, em contraponto o PSB e o que mais tem crescido.


“Love me do” fez 50 anos em outubro. O primeiro single dos Beatles que continham apenas dois acordes (dó e sol) foi lançado em 5 de outubro de 1962 e ficou em 17º lugar nas paradas das listas de sucessos após o lançamento. Uma posição bem modesta para aquela que viria ser a banda de rock mais influente da história. O então produtor George Martin precisou de três gravações para dar o seu aval. O curioso é que em cada uma das gravações foram utilizados diferentes músicos na bateria. O primeiro foi Pete Best, o segundo foi Andy White e o terceiro e última versão com Ringo Star. O grupo se separou oficialmente em 10 de abril de 1970, deixando um legado histórico na música.


TROFÉU VAI TOMAR UM UUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU

Para os puxa sacos do PT que deram um show de violência. Um bando de vagabundos que escoltavam José Genoíno distribuíram socos, empurrões e ameaças a toda imprensa e a pessoas comuns que protestavam contra o ex-líder do PT. Tomara que essa gentalha não confunda o Brasil com a Venezuela.

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Idiomas

Últimos Artigos

%d blogueiros gostam disto: