you're reading...
Brasil, Esportes, Mundo, Política

Dez anos se passaram



Dez anos dos ataques as torres na “big apple”. Para variar os noticiários e nos canais de TV fechada uma enxurrada de homenagens e documentários têm sidos exibidos diariamente sobre esse dia tão infeliz para a humanidade. Volto a bater na mesma tecla, e não quero parecer insensato ou desprovido de sentimentos, mas os americanos sabem como utilizar os meios de comunicação para que sejam as vítimas do globo terrestre. Já disse aqui em minhas colunas e repito: eu nunca vi nenhum documentário sobre o dia seguinte a Hiroshima e Nagasaki, eu nunca assisti nenhum depoimento sobre o massacre de My Lai, se é que eles já foram exibidos é claro. Não se discute a respeito do drama causado pelas imagens, até então inéditas, daquele longínquo 11 de setembro de 2001. Eu penso que nunca a televisão havia mostrado algo tão horrendo em tempo real, isso nos causou choque, surpresa, tristeza ao ver pessoas se atirando das janelas para a morte e sabermos que muita gente alí dentro das torres estava morrendo queimada. Depois do segundo ataque as torres sucumbiram e o drama foi pior. Todos, que acompanhamos as cenas, sabíamos que dentro daqueles gigantes de concreto ainda se encontravam centenas de inocentes.


A grande diferença desta tragédia para outras deve-se ao fato de esta ter sido exibida para todos os lugares do mundo ao vivo e em tempo real. Será que o mundo também se comoveria ao assistirmos também em tempo real foguetes e mísseis atingindo civis palestinos?


Assistindo alguns dos documentários durante a semana, um dos programas me chamou atenção. O documentário descrevia o começo da vingança com a invasão ao Afeganistão e a caça ao terrorista. Em uma das cenas os agentes da inteligência passam as coordenadas de um grande acampamento localizado nas montanhas de Tora Bora e a força aérea americana faz o seu papel. Ao final um dos agentes fala a seguinte frase: Todos aqueles homens que estavam lá (no acampamento) eram maus. Mas porque eles são maus assim?


Eu não tenho a menor dúvida quanto ao egocentrismo do povo habitante dos Estados Unidos da América. Para eles o mundo deve girar em torno da grande potência e o resto para eles simplesmente não os interessa, há menos é claro que algum país distante, da qual a maioria nem sabe em que continente fica ameaçar a grande potência. Talvez essa seja uma das razões que os homens eram maus, afinal partimos do princípio então que todo americano é bom. A grande pergunta que a sociedade americana não fez, é porque aqueles homens decidiram jogar aviões sobre alvos americanos? Se os americanos tentarem entender essa questão eu tenho esperança que alguma coisa então poderá mudar em nosso mundo.


Será que essa gente sabe o que os governos americanos têm feito há vários anos? O massacre de guerrilheiros vietcongs em My Lai, no Vietnã, que eram compostos de crianças, mulheres e idosos. As fotos e os arquivos guardados em segredo até a presente data sobre a tragédia causada em Nagasaki e Hiroshima pelas duas bombas atômicas. As mortes provocadas na América do Sul durante os governos militares, das quais a presença do Tio Sam foi fundamental nos países do continente para os respectivos golpes. Será que eles sabem que crianças são mortas na Palestina devido as armas americanas vendidas para Israel. A quantidade de pessoas inocentes mortas no Iraque por causa de armas de destruição em massa que nunca foram achadas e por ai vai. É preciso que a sociedade americana entenda que os homens que praticaram o ato, o fizeram porque os odeiam. E se os odeiam eles precisam procurar essas causas que toda a humanidade enxerga e vê, exceto os próprios americanos. Talvez no dia em que Bush’s, Clinton’s entre outras aberrações passarem a se preocupar com os Palestinos ou Somalis, somente como exemplos, a investir em hospitais e educação nessas regiões, trazer o progresso para esses povos podem ter certeza que ninguém vai querer atacar uma nação irmã que ajuda os mais pobres e fracos.


Infelizmente o meu pessimismo é maior quanto a essa ajuda americana. O meu maior medo é que aconteça o impensável, e eu não tenho dúvidas que cedo ou tarde isso acontecerá. Algum maluco vai entrar com uma mochila nas costas e detonar um artefato nuclear em alguma grande cidade americana, ai sim a humanidade terá sérios problemas.


E não é que a deputada Roriz escapou do processo de casação. Nem mesmo o fato da cena ter sido exibida nas televisões de todo país onde a acusada recebe um chumaço de dinheiro, foi levada em conta. Onde estarão os estudantes com suas passeatas? Será que a grande rede de televisão tem que conclamá-los para que essas passeatas contra a corrupção tenham início?


O técnico Ricardo Gomes vem apresentando melhorias gradativas a cada dia. O otimismo dos médicos que cuidam do treinador é uma excelente notícia para o futebol.


TROFÉU VAI TOMAR UM UUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU

Para o voto secreto no parlamento. É um tremendo desrespeito à população brasileira que elegem seus representantes e não podemos ficar sabendo de suas posições a respeito de determinado assunto. Isso não cheira a censura?

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Idiomas

Últimos Artigos

%d blogueiros gostam disto: