Último Post

Desabafo……

A dificuldade financeira pela qual o país atravessa, vem demonstrando ao longo dos meses a verdadeira cara do povo brasileiro. Durante a greve dos caminhoneiros, assistimos donos de postos de gasolina aumentando os preços, dos estoques restantes, de forma abusiva. Nos supermercados, as hortaliças e frutas dispararam. Pude, particularmente, constatar a venda de uma unidade de um abacaxi pela bagatela de 9 reais, em uma grande rede aqui da cidade. Para completar a confusão, seres mesquinhos e egoístas davam entrevistas nos jornais, afirmando fazerem estoques em casa com medo de faltar comida em suas pobres casas, de espírito. Um desses seres desprezíveis, levava dez quilos de arroz para uma família de quatro pessoas.


Em uma cidade do interior, em algum lugar do país, um sujeito em seu discurso, agradecia a presença e o apoio da população ao movimento e exaltava que grande parte dos grevistas apoia a intervenção militar. Ao final, para relaxar e acalmar os ânimos, uma música é executada no carro de som: “Caminhando e cantando e seguindo a canção…” Simplesmente surreal.
Em um acidente ocorrido na semana passada, uma caminhonete colidiu com um ônibus no centro da cidade. Não houveram vítimas, felizmente, mas a população tratou de embolsar a carga, camarão, que o comerciante carregava em seu automóvel para a venda e o sustento de sua família.
O brasileiro não é solidário como se diz aqui em terras tupiniquins. Somos solidários quando ajudamos pessoas de outros estados distantes. Há pouco tempo atrás, foi descoberto o desvio de roupas (não foi a primeira nem segunda vez) que deveriam chegar as mãos de pessoas necessitadas. Somos solidários mesmo?
Na Bahia, um bosta de um segurança tenta impedir que um cidadão pague um almoço a uma criança faminta. E se fosse o filho dele? A solidariedade passou longe no shopping soteropolitano.


Estou cansado de pessoas esclarecidas, que apoiam intervenção militar e que se declaram eleitores incondicionais do nazista tupiniquim. Estou cansado da esperteza de ganhar dinheiro em cima da desgraça dos outros, como foi citado durante a greve dos caminhoneiros. Estou cansado dos roubos diários que aparecem diariamente em nossas mídias, estou cansado de gente que fura a fila, que passa com carro em local proibido para furar o engarrafamento, que saqueia a carga de veículos acidentados, estou cansado de pessoas que postam em redes sociais as maiores imbecilidades sem fundamentos apenas para prejudicar parte da população. Estou cansado da falta de educação, de respeito, de civilidade da população que tem a cara de pau de reclamar dos políticos. Estou cansado do descaso das autoridades, que só pensam em seus bolsos, enquanto pessoas morrem em lugares imundos, sem as mínimas condições de higiene e que chamam de hospitais. Estou cansado do judiciário com seus discursos arrogantes, recheadas de termos que grande parte da população desconhece (devem se achar mais elegantes e inteligentes assim), com suas poses de Deuses Intocáveis e que burlam a constituição, tendo gastos acima do teto previsto e incontáveis mordomias. Estou cansado da violência que assola o país, matando gente inocente todos os dias, estou cansado do descaso com a educação no país, estou cansado desse bobalhão que colocaram na presidência brincando de político. Dos políticos? Destes eu já cansei há muito mais tempo.
Somos um povo LADRÃO, somos uma gente EGOÍSTA, somos um país de IGNORANTES.


Para alguém que era preconceituoso, a melhor lição é a que venho passando. Em minha pequena coleção de leitura, um dos meus passatempos favoritos, tenho dezenas de livros devorados sobre o nazismo. Sempre fui um crítico feroz do povo alemão, sempre pensava que todo alemão era nazista e que esses sentimentos e atitudes (raiva, rancor, ódio, egoísmo entre outros) nunca aconteceria em solo brasileiro. Queimei a língua, literalmente. Peço perdão ao povo alemão e rezo para que não tenha mais esse tipo de sentimento


A primeira copa do mundo que tenho memórias em minha mente, foi a de 78 na Argentina. Sabíamos os nomes completos dos jogadores brasileiros e nunca havia perdido um único jogo da seleção canarinho. No último domingo, com a família reunida na sala, acompanhei o primeiro tempo do jogo contra a Suíça, não vibrei com o gol e no intervalo, como havia acordado cedo, achei melhor ir para a cama e colocar o sono em dia.


Embora não esteja acompanhado a copa, não passo deixar de falar no esporte que amo.
E não é que a Vecchia Signora chegou ao incrível heptacampeonato. Convenhamos que desta vez os vice-campeões, o Napoli, perderam por suas próprias pernas. Marcaram bobeira nas últimas rodadas, depois de bater a Juve em Turim, dando a taça de mão beijada a equipe bianconera.
Com a chegada da copa, o mercado do cálcio começa a se agitar. A Juve já fechou com o goleiro, ex-Genoa, Perin e trouxe de volta o jovem Andrea Favilli. Em uma época de especulações, um dos esportes favoritos da imprensa italiana, nomes como dos alemães Emre Cam, Boateng e Brandt, dos franceses Pogba (de novo) e Martial, do sérvio Milinkovic, do russo Golovin, dos uruguaios Gimenez, Godin e Cavani, do português Cancelo e do espanhol Morata são os nomes mais especulados pelo time de Turin. Há também quem acredite que a Fiat estaria disposta a bancar a contratação do galã lusitano Cristiano Ronaldo.


TROFÉU VAI TOMAR UM UUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU
Para a copa do mundo e a CBF, Confederação Brasileira de Falcatruas. Tomara que a final seja Panamá 1 x 3 Irã.

Anúncios
Follow Blog do Carioca on WordPress.com

Outras Postagens

Anúncios

Idiomas

Últimos Artigos